quinta-feira, 30 de outubro de 2008

curiosidades sobre vinho


1. Porque a garrafa deve ficar inclinada?

O Motivo pelo qual deve-se manter a garrafa na horizontal é o fato da vedação (rolha) ser de cortiça. A Cortiça é uma fibra vegetal, extraída da casca do sobreiro (planta de grande porte muito cultivada em Portugal e Espanha), sendo assim pode sofrer ressecamento (perda da umidade), formando poros no seu corpo. Quando estes poros são muito grandes ou melhor dizendo, são de toda a altura da rolha, é muito provável que entre ar na garrafa. Este ar, pela ação do oxigênio, irá acelerar o processo de oxidação do vinho, em determinados casos pode causar até o avinagramento do vinho (vinagre é a transformação do álcool em ácido acético pela ação de bactérias, que utilizam o oxigênio no processo). Concluindo, a garrafa deve ser mantida em posição que o vinho tenha contato com o rolha para que esta mantenha-se encharcada com o próprio vinho e assim expandida e no seu máximo de vedação. Lembrando que quando o vinho já estiver aberto, mesmo que a vedação seja perfeita, é preferível que a garrafa fique na vertical, para que se diminua o contato do vinho com a camada de ar no interior da garrafa. Qualquer dúvida, estamos disponível.

Christian Bernardi
enólogo

2.Como harmonizar pratos e vinhos?

Este é um tema tão subjetivo, que prefiro tratá-lo com as generalidades já consagradas; harmonia e equilíbrio entre alimentos e vinhos é a base deste tema.
Porém, não é nada simples obtê-los, já que é necessário conhecer muito bem as características gustativas de ambos. Dizer simplesmente que carnes brancas devem ser acompanhadas de vinhos brancos secos de boa estrutura ou tintos ligeiros não basta. É necessário saber que os pratos variam de sabor em função dos molhos ou acompanhamentos e que, conforme esta variação, poderá variar a combinação com os vinhos.
Ou seja, o critério deverá ser: a maior intensidade de sabores dos pratos deve corresponder maior intensidade de sabores nos vinhos.
A seguir, transcrevo algumas recomendações dadas no livro Tradição, conhecimento e prática dos vinhos, publicado pela Associação Brasileira de Sommeliers e escrito pelos amigos Dânio Braga e Célio França Alzer, profundos conhecedores do tema:*
Patês à base de fígado: brancos doces tipo Sauternes.
Frios: brancos e rosados secos.
Sopas e massas: dependendo da cor do molho, brancos ou tintos secos.
Peixes defumados: brancos secos ou espumantes brut
Peixes gordurosos (bacalhau, enguia): tintos ligeiros.
Moluscos: brancos secos aromáticos.
Carnes brancas (frango, vitela, coelho, porco): brancos secos de boa estrutura ou tintos ligeiros.
Carnes vermelhas (bovina, caprina, aves nobres): tintos de mediana estrutura.
Carnes escuras (caças): tintos estruturados.
Observação importante: saladas temperadas com vinagre não combinam com vinho. Sobremesas à base de chocolate são bem acompanhadas por um belo copo de água.

Referência:LONA, A. A. 1996. Vinhos: Degustação, Elaboração e Serviço. Porto Alegre: Ed. AGE. 151 p


3. Como harmonizar queijos e vinhos?

O conceito em relação aos queijos é idêntico ao aplicado nos pratos, ou seja, maior intensidade de sabores no queijo, maior intensidade de sabores no vinho.
Queijos de massa mole (ricota, minas frescal, de cabra fresco): brancos secos jovens.
Queijos de meia-cura, como camembert, brie, ementhal, tilsit, gouda, tintos semi-estruturados e pouco tânicos.
Queijos de massa dura, como parmesão, de cabra: tintos estruturados.
Queijos picantes, como boursin e roquefort: vinhos tintos estruturados e tânicos ou vinhos doces.


Referência:LONA, A. A. 1996. Vinhos: Degustação, Elaboração e Serviço. Porto Alegre: Ed. AGE. 151 p



MAIS ALGUMA DÚVIDA? Mande pro blog que os professores da Anembi respondem pra você!!!

8 comentários:

Josy Marmello disse...

Embarcou mesmo nessa de vinhos? Cuidado hein? Moderação é tu-do! E no seu curso de Enologia? Muita gente dando vexame? Sempre acontece...

Josy Marmello disse...

Filháááá, demorou pra atualizar isso aqui, né?

Neyma disse...

Ana Paula querida,
Vim retribuir sua visita!! Adorei seu blog...criativo, bem humorado e principalmente educativo!!
Já vi que vou aprender muitas coisas por aqui! Vou voltar muitas vezes!!
Beijinhos

Mari Azevedo disse...

Oi Ana Paula, obrigada pela visita ao meu blog.. também adorei o seu, além de bem humorado, podemos aprender muita coisa bacana... estarei sempre por aqui, e quando quiser, você será muito bem vinda ao meu cantinho também.
Bjãooooooooo!!

Nana disse...

Oi querida,

sou a Nana do Ragazzi, blog Italiano e adorei ver você como seguidora do nosso blog!
O pouco que vi do seu blog eu adorei, amanhã entrarei com mais calma para continuar.
O Ragazze é feito por todas, caso queria fazer uma postagem e participar, entra contato viu.

Bjs e obrigada!!

Nana

mesa para 4 disse...

Olá obrigada pelas suas palavras carinhosas, só uma rectificação, a árvore que dá a cortiça é o Sobreiro , não sombreiro...beijinho

Andrea Dohashi disse...

Oi Ana, obrigada por sua visita, adorei seu cantinho, e essa aula de vinho foi 10!
Sempre virei aqui para aprender mais um pouquinho!
Beijocas

Josy Marmello disse...

Cadê as novas postagens? Você tá folgada hein? Sabe o quanto gosto de você pupila bendita...