terça-feira, 1 de setembro de 2009

5.000 anos depois...

olás!!!

depois de muito, mas muito, tempo, resolvi dar as caras aqui no blog. quase que me desfiz dele; afinal, já faz tempo que não tem nada novo aqui e não queria desperdiçar o tempo de leitores ocupados com notícias antigas... mas nada disso importa.

o importante é que, depois de alguns dias, resolvi voltar. voltar para explicar o porquê desse sumiço - sem referências ao belquior - e tentar retornar definitivamente.

quem acompanha o blog sabe como minha história com a gastronomia começou, como eu fui parar dentro do melhor curso superior da área, mas não sabe a razão desse meu aparente, melhor, evidente desânimo.

eu queria melhorar de vida, crescer rápido, fazer finalmente uma coisa que gosto e receber por aquilo... a gastronomia era quase isso - crescer rápido só ganhando na loteria, né? - e eu estava feliz com a descoberta. fiz amizades, convivi com chefs muito bacanas, aprendi um monte de coisas, inclusive a ver com outros olhos a função de cozinheiro. na minha imaginação fértil era MUITO diferente ser chef e ser cozinheiro...

pois bem. foi quando eu comecei a executar em casa o que aprendia na escola que as coisas começaram a mudar. e foram mudanças muito profundas.

meus pais são hipertensos. meu pai às vezes tem problemas com colesterol. sabendo que sal é um realçador de sabor, muita coisa caiu por terra. para muitos isso pode ser simples, porém pra mim... o é que eu ia fazer? dieta hipossódica é tão triste... é como comer uma melancia seca. ainda mais sabendo o desespero que sinto só em ouvir dizer a palavra "dieta" - lembra-se das minhas restrições com relação às nutricionistas? - e em me ver envolvida, de repente, nesse universo estranho. NÃO quero conhecer mais o universo hospitalar do que já conheço. NÃO tenho ambições de trabalhar em hospitais, spas e coisas do gênero - já tive, mas nada disso importa -.

penso muito na condição dos meus pais. quero que eles vivam e se alimentem bem...

¨suspiro¨

não sei explicar. é tudo muito louco e confuso na minha cabeça, pois se eu não posso colocar o que aprendi com todo a soberania para a minha própria família, vou fazer isso pra quem? pra um bando de estranhos que não fazem sentido algum em minha vida, apenas pra dizer que estou no exercício das atividades da escola de gastronomia?

sendo canceriana - com ascendente em câncer!!! - como sou, família representa muita coisa. e se não tem pra ela, não há razão de fazê-lo para outros...

contudo, não pense você que desisti do universo gastronômico!!! dei um tempo, respirei, conheci muitos outros universos e decidi voltar para fazer parte das pessoas que gostam de comer, beber e viver. tendo o único compromisso do registro do que é bom e belo nesse planetinha do pequeno príncipe.

conto com a ajuda de todos para compartilharem comigo suas experiências de bem comer e beber!

obrigada pelo desabafo. sei que é tudo meio louco, os argumentos ainda estão falhos. quando as idéias estiverem mais lúcidas e claras pra mim, conto tudo!

beijo e até a próxima!

quinta-feira, 2 de abril de 2009

a INCRÍVEL experiência do bolo suflê

Tem coisas no universo gastronômico que "prefiro não comentar"...

Olá, pessoas!

Cá estou eu novamente - e finalmente! - contando as minhas mais novas e loucas experiências gastronômicas...

Pois bem. Estava eu, linda, bela e faceira - adoro! - passando pelo Shopping Santa Cruz, piso passarela - muito próprio e digno de mim. kkkkkkkk - quando resolvi parar num quiosque cheio de guloseimas lindas. Estava toda empolgada e com um troco no bolso. Foi quando vi um negócio de chocolate. "Que que é isso, moça? É torta mosse?" E ela: "Torta suflê" Huuuuummm! Me deu aquele desejo súbito. Então pensei "Por que comprá-la? Por que não comprá-la? Por que comprá-la? Por que não comprá-la?" Comprei-a-a. Para viagem, né? Comprei também um folheado que, para mim, será sempre uma bela fogazza (Se é que me entendem...). E continuei linda, bela e faceira pelo piso passarela até o ponto do meu ônibus rumo a Tão, tão distante.

Sentei no banco do ônibus azul e já fui desesperadamente abrindo a sacola que continha aquele meu objeto de desejo tão desejado.

Desapontamento #1: a moça não colocou na sacola nem uma colherinha sequer! E eu ia comer com o quê? Com a mão?

Pois foi o que fiz. Enfiei o mãozão dentro da embalagem de isopor. Na hora que puxei o primeiro pedaço...
Desapontamento #2: aquilo era um suflê ou um chicrete? ChicRete sim! Aquilo não merece ser chamado de chiclete. O que era aquilo, gentchy? Que decepção!!!






Eu devia ter tirado mais fotos. Não era só o chicrete de cima que era ruim. A base era feita por um pão de ló tão seco e estranho que a tristeza foi aumentando. E eu paguei R$ 6,00 nessa brincadeira! Pô, R$ 6,00 é o preço de uma boa - boa mesmo - barra de chocolate!

Aff. Às vezes temos que nos jogar nessas paradas pra alertar nossos amigos leitores, não é?




Tudo em nome da Gastronomia!



P.s.: Só preciso ver direitinho o nome da cafeteria pra vocês não caírem no conto do vigário...

quinta-feira, 26 de março de 2009

gente!!!!!!!!!!!!


credo, quase dois meses se passaram e eu nem pra colocar um post justificativo sequer!!!!!!!!


desculpe, gente! mas é que ando tããããão cansada...


e olha que estou vivendo algumas experiências tão legais de serem contadas!!!


prometo que quanto tiver um pouco mais de tempo venho postar uma coisa decente. postar por postar não dá, né?


beijo!!!!!!

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

falecimento de Angelo Salton Neto

gentem,

recebi por e-mail o seguinte comunicado que julgo ser relevante para a enologia brasileira...
Como já deve ser do conhecimento de todos, a ABS (e o mundo do vinho) perdeu grande amigo e parceiro com a morte, na última terça-feira, 10 de fevereiro, aos 56 anos, de Angelo Salton Neto, presidente da vinícola Salton. Seria impossível resumir, em curto espaço, a enorme contribuição de Angelo Salton para a difusão da cultura do vinho no Brasil, em especial seu empenho em assegurar ao vinho brasileiro (e não apenas ao produzido na vinícola de sua família) posição de merecido destaque no mercado nacional e internacional. Nesse sentido, merece registro sua determinação em fazer da Salton um paradigma do vinho brasileiro de qualidade, num trabalho reconhecido tanto no Brasil como no exterior. A nova e moderníssima unidade produtora da empresa no distrito de Tuiuti, em Bento Gonçalves, talvez seja o melhor testemunho de sua dedicação a esta causa e de sua visão empreendedora, além de ser motivo de orgulho para todos os membros da família Salton e para todos os amantes do vinho que a visitam diariamente.
Porém, mais do que a imagem do líder dinâmico e carismático, ficará, para todos que o conheceram pessoalmente, a lembrança do homem alegre, otimista e bem humorado, dedicado à família e sempre pronto a colaborar com os amigos, como os muitos que deixa na ABS-SP.
A missa de sétimo dia será realizada dia 16 de fevereiro as 20h na Igreja São Luiz Gonzaga, Av. Paulista, 2378.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

participação brasileira no bocuse d'or 2009

chupinhado do site seu restaurante:

Considerado a “Copa do Mundo” da alta gastronomia, o concurso Bocuse d´Or, que acontece hoje e amanhã em Lyon, na França, conta mais uma vez com a presença de um brasileiro: o chef Mauro de Freitas Barros, do Hotel Intercontinental do Rio de Janeiro. Mauro foi classificado para a competição quando voltou do México, onde participou do Concurso Azteca e enfrentou 11 concorrentes da América Latina. Ele ficou em terceiro lugar, garantindo uma das três concorridas vagas para o mundial. Em Lyon, Mauro está competindo com 23 chefs de outros países.

A competição
O concurso acontece em duas baterias, com 12 participantes, uma a cada dia. Cada equipe tem 4 horas e 30 minutos para preparar receitas a base dos ingredientes-tema do concurso que variam a cada edição. O júri avalia quesitos como higiene, técnica, paladar e pontualidade e o resultado será anunciado ao fim do dia de amanhã, quando a última equipe apresenta suas receitas. Esse ano, os ingredientes-tema são, para o prato de peixe, o bacalhau fresco, as coquilles Saint-Jacques royales e os camarões selvagens da Noruega; e, para o prato de carne, o Aberdeen Angus Beef, gado de origem escocesa. Mauro, que vem treinando com a sua equipe desde o meio do ano o preparo de pratos com esses ingredientes, irá apresentar na competição o bacalhau com crosta de azeite e quindim de espinafre e o Filé Mignon à Moda D. Pedro, envolto em crosta de champignon e ervas, batata recheada com bochecha de boi e bacon, e costela com crosta de castanha de caju.

Equipe verde-e-amarela
Essa é a oitava participação do Brasil no concurso. Além de Mauro Freitas, também participarão a ajudante Manoela Leão (estudante de Gastronomia da Universidade Anhembi-Morumbi, minha facu!) , o chef francês David Joubert, capitão do time brasileiro, e o chef Marcelo Pinheiro, do InterContinental São Paulo, que representou o Brasil na última edição do Bocuse D’or, em 2007, e esse ano vai como jurado(LUXO TOTAL!).

Sobre o chef
O cearense Mauro Freitas tem 32 anos e mora no Rio de Janeiro há 13 anos. Ao chegar à cidade, começou a trabalhar no Intercontinental Rio como ajudante de cozinha. Já fez treinamentos nos hotéis da rede na Argentina e em São Paulo. Atualmente é subchef do hotel e responsável pela elaboração dos menus gastronômicos que o restaurante Alfredo di Roma oferece mensalmente. Durante os Jogos Pan-Americanos e Para-Panamericanos em 2007, realizados no Rio, Mauro foi chef da Vila Olímpica.

Sobre o Bocuse D’Or
Criado em 1987 por Paul Bocuse – eleito o Cuisinier du Siécle (cozinheiro do século) pelo guia Gault et Millau em 1989 – o Bocuse d´Or é organizado a cada dois anos na França. O concurso apresenta diversas culturas gastronômicas e serve de vitrine para novos talentos.

Bocuse d'Or

queridos,
pra quem pensa que gastronomia séria é coisa pra criança, olhe só as fotos do Bocuse d' Or 2009!

1. o ilustre paul bocuse - com esse vezinho gisele bundchen na mão - ladeado por daniel boulud e esse outro ilustre que não consegui o nome ainda...

2.1. ai, que nojo! olha a aliança gritando na mão desse chef! gente, cadê a vigilância sanitária??? kkkkk
2.2.ele ralando e a mulherada tudo atrás olhando... olha a cara delas. alguma sugestão de pensamento?

3.que bonitinho! adoro ver homem trabalhando... ainda mais na cozinha...

4. ai, que fome!
5. ai, que fome!
6. adoro essas coisas modernosas, mas prego na comida é meio tosco, não?
kkkkkkkkkkk! brincadeirinha!
7. refeição made im brazil 1: carne.
8. made in brazil 2. bonitinho e nada ordinário.
9. mais uma carninha made in brazil.
10. peixinho tupiniquim.

panguando geral

PANGUAR: expressão que significa alienar, estar alheio à realidade.

olá, amigos e amigas!

essas minhas férias estão me matando...

estou num estado de alienação que até eu não acredito! esses dias, vendo o jornal nacional, me assustei com as mudanças rápidas e necessárias de barak obama nos EUA, a crise atacando o brasil tardia e profundamente... meu deus.

comprei o jornal. está lá no quarto da casa de minhas amigas, tocado apenas na parte de horóscopo...

a gastronomia? boa pergunta! sei alguma coisa que li no site do slow food brasil. só. não sei o que acontece nem em são paulo, imagine no mundo!!!!

inclusive, vivo hoje de mc donalds, habibs... vou pouco à casa de minha mãe... das minhas tias, então, nem se fala!

faz tempo que não como uma daquelas comidinhas que fazem a gente acreditar que a vida ainda vale a pena, sabe? que me conhece sabe que comer é tudo pra mim. agora dá pra saber como estou mal...

QUE VERGONHA!

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

vamos beber?


a gente fala tanto em comer, comer, comer... mas comer e ficar com o bico seco definitivamente não dá! ainda mais nesse verão tropical do brasil - ops, meus amigos da europa e ásia, não se preocupem. com esse aquecimento todo, o verão permanente chegará até vocês!!! - ficar sem beber nada é quase um crime contra si próprio! portanto, duas receitinhas legais, rápidas e saborosas pra beber só, com os amigos...


Drink divorce

Pra beber ouvindo Information Society, "Think"


Ingredientes
1 copo (100ml) suco de abacaxi
1 copo (100ml) de menta
1 lata de leite condensado
1 copo de (100ml) de cachaça


Modo de Preparo
Bata tudo no liquidificador, e se preferir acrescente gelo picado
Cassino Royale

Nada melhor que Chris Cornell, “You know my name” , trilha sonora de “007 Casino Royale”, para acompanhar, né?

Ingredientes:
- 50 ml de vodka
- 30 ml de Gin
- 10 ml de Lillet

Modo de Preparo:Agitar com gelo e adicionar um zest de limão. Decorar com duas fatias finas de laranja

dor de cotovelo


bendito seja todas as pessoas que já sofreram desse mal!


como as coisas andam meio ruins pra mim no quesito relacionamento - ultimamente tá ruim de acreditar nos homens... - abençoo meus amigos com um clássico da dor de cotovelo:


BRIGADEIRO DE PANELA

Pra comer ao som de Rihanna, "Take a Bow"


Ingredientes
1 lata de leite condensado
4 colheres de chocolate em pó


Modo de Preparo
Coloque os ingredientes em uma panela ao fogo, mexa até começar a grudar
Espere esfriar e pronto

2009!

olá, amigos e amigas!!!

2009 chegou prometendo ser um ano melhor que o anterior! também pudera; sinto que joguei meu ano passado pela janela do trem que passa pela minha cidade rumo a santos... foi como se não tivesse feito nada dele, simplesmente vivi de sonhos, esperanças...
mas, como diz uma música muito bonitinha, de túlio dek: "pra existir história tem que existir verdade", né? então. tô correndo atrás da minha verdade...
pensei em muita coisa, conheci muita gente... inclusive, vivo agora uma das melhores experiências da minha vida. convivo diariamente com pessoas marginalizadas por causa de sua - nem tão - opção profissional e isso está me ajudando a ver com outros olhos um monte de coisas, a reavaliar novamente meus conceitos éticos e morais. afinal, nem tudo é o que parece... ou não?
e, para começar o ano postítico - neologismo pode!!! - sem ressaca alguma, um chazinho. vamos lá?
Receita da Bruxa Chá de Hortelã e Casca de Maçã
Para tomar ouvindo Túlio Dek, "Tudo Passa"
Ingredientes
- Folha de hortelã
- Casca de maçã
- Mel a gosto
Modo de Preparo
Leve para ferver as folhas de hortelã e as cascas de maçã durante
5 minutos. Desligue o fogo e adoce com mel.

Ritual:
Quando entrar em casa tome um banho, faça o chá e tome-o
lentamente. Mentalize que está jogando todos os momentos ruins do
seu dia numa lata de lixo. Quando acabar o chá escreva todos
esses momentos e jogue tudo no lixo, reserve só para isso. No
final da semana ou na lua minguante jogue tudo fora.