terça-feira, 1 de setembro de 2009

5.000 anos depois...

olás!!!

depois de muito, mas muito, tempo, resolvi dar as caras aqui no blog. quase que me desfiz dele; afinal, já faz tempo que não tem nada novo aqui e não queria desperdiçar o tempo de leitores ocupados com notícias antigas... mas nada disso importa.

o importante é que, depois de alguns dias, resolvi voltar. voltar para explicar o porquê desse sumiço - sem referências ao belquior - e tentar retornar definitivamente.

quem acompanha o blog sabe como minha história com a gastronomia começou, como eu fui parar dentro do melhor curso superior da área, mas não sabe a razão desse meu aparente, melhor, evidente desânimo.

eu queria melhorar de vida, crescer rápido, fazer finalmente uma coisa que gosto e receber por aquilo... a gastronomia era quase isso - crescer rápido só ganhando na loteria, né? - e eu estava feliz com a descoberta. fiz amizades, convivi com chefs muito bacanas, aprendi um monte de coisas, inclusive a ver com outros olhos a função de cozinheiro. na minha imaginação fértil era MUITO diferente ser chef e ser cozinheiro...

pois bem. foi quando eu comecei a executar em casa o que aprendia na escola que as coisas começaram a mudar. e foram mudanças muito profundas.

meus pais são hipertensos. meu pai às vezes tem problemas com colesterol. sabendo que sal é um realçador de sabor, muita coisa caiu por terra. para muitos isso pode ser simples, porém pra mim... o é que eu ia fazer? dieta hipossódica é tão triste... é como comer uma melancia seca. ainda mais sabendo o desespero que sinto só em ouvir dizer a palavra "dieta" - lembra-se das minhas restrições com relação às nutricionistas? - e em me ver envolvida, de repente, nesse universo estranho. NÃO quero conhecer mais o universo hospitalar do que já conheço. NÃO tenho ambições de trabalhar em hospitais, spas e coisas do gênero - já tive, mas nada disso importa -.

penso muito na condição dos meus pais. quero que eles vivam e se alimentem bem...

¨suspiro¨

não sei explicar. é tudo muito louco e confuso na minha cabeça, pois se eu não posso colocar o que aprendi com todo a soberania para a minha própria família, vou fazer isso pra quem? pra um bando de estranhos que não fazem sentido algum em minha vida, apenas pra dizer que estou no exercício das atividades da escola de gastronomia?

sendo canceriana - com ascendente em câncer!!! - como sou, família representa muita coisa. e se não tem pra ela, não há razão de fazê-lo para outros...

contudo, não pense você que desisti do universo gastronômico!!! dei um tempo, respirei, conheci muitos outros universos e decidi voltar para fazer parte das pessoas que gostam de comer, beber e viver. tendo o único compromisso do registro do que é bom e belo nesse planetinha do pequeno príncipe.

conto com a ajuda de todos para compartilharem comigo suas experiências de bem comer e beber!

obrigada pelo desabafo. sei que é tudo meio louco, os argumentos ainda estão falhos. quando as idéias estiverem mais lúcidas e claras pra mim, conto tudo!

beijo e até a próxima!

Um comentário:

非凡 disse...

I'm appreciate your writing skill.Please keep on working hard.^^